Rins 2018-09-24T15:16:25+00:00

As opções atuais de tratamento para a doença renal crônica (DRC) em fase terminal são: I) Hemodiálise; II) Diálise peritoneal; III) Transplante renal. O transplante é a melhor opção para a grande maioria dos pacientes, pois oferece melhor qualidade de vida e maior sobrevida (tempo de vida), quando comparado ao tratamento dialítico.
O transplante renal pode ser dividido em duas modalidades, de acordo com o tipo de doador:

• Transplante renal inter-vivos: o doador é submetido a uma avaliação minuciosa do seu estado de saúde, além de provas de compatibilidade com o receptor. Se estiver tudo em perfeitas condições, a cirurgia é agendada. O doador pode ser um familiar (doador vivo relacionado) ou um amigo (doador vivo não relacionado). Aqui no Brasil o transplante com doador não relacionado é permitido (legalizado), desde que haja uma autorização judicial.

• Transplante renal com doador falecido: neste caso o rim é proveniente de uma pessoa saudável, que apresentou morte encefálica (habitualmente secundária a um trauma) e sua família concordou com a doação dos órgãos. A Central de Transplantes (vinculada à Secretaria de Saúde do Estado) coordena a fila de espera dos candidatos a receber o órgão. São realizadas provas de compatibilidade e o órgão é ofertado para quem for mais compatível. A fila é única, mas o paciente pode escolher em qual hospital e com qual equipe deseja ser transplantado.

O transplante renal está contra-indicado apenas para aqueles que têm doenças neoplásicas (tumores malignos), infecções ativas e doenças pulmonares, cardíacas ou hepáticas em fases avançadas.
Após o transplante o paciente precisa tomar as medicações imunossupressoras para evitar rejeição. O Sistema Único de Saúde (SUS) fornece tais remédios sem custo algum. As dosagens variam de pessoa a pessoa, mas o uso regular desses remédios é fundamental para o bom funcionamento do novo órgão.
Se você deseja fazer um transplante renal ou esclarecer alguma dúvida agende uma consulta com seu nefrologista ou conosco na HEPATO – Rua Maestro Cardin, 547, Paraíso, São Paulo-SP, fone (11) 3284-9551 / Fax(11) 3266-8072.

 

Postagens relacionadas:

Transplante de Pâncreas e Pâncreas/Rim

06/07/2017|0 Comentários

PARA QUE SERVE O RIM?

Os rins saudáveis atuam como um filtro. O sangue flui através deles e é filtrado, de forma a que as substâncias essenciais sejam retidas no sangue, os produtos tóxicos ou desnecessários sejam excretados pela urina. Os rins asseguram que as quantidades e a composição dos fluidos do organismo são mantidos dentro do valores normais, e também produzem algumas hormonas. Estes processos contribuem, ainda, para a regulação da pressão sanguínea.